Cãominhada Perfeita

Atividade física, Brincar é Arte Educar faz parte, dogwalkercastrozn, Passeio Educativo

Tome nota de algumas dicas importantes que foram elaboradas pelo Dr. Fabio Ravaglia:

– Pelo calor, que pode danificar as patas dos animais, a caminhada deve ocorrer no período da manhã ou bem no final da tarde;

–  A respiração ofegante do cão e a resistência em continuar o trajeto devem ser respeitadas. Mas, não associe o cansaço do animal com a língua de fora! Os cães sentem mais calor do que os humanos, mas não transpiram, porque não possuem glândulas sudoríparas. Eles efetuam a perda de calor pela língua e também pelo focinho e “almofadinhas” das patas;

– Para mostrar ao cão a diferença entre passeio e caminhada procure adotar uma postura mais séria, com comandos mais firmes;

– As paradas do cão, tão comuns nos passeios, devem ser abolidas para que se mantenha um ritmo adequado ao cachorro e ao tutor\condutor;

– Nas caminhadas, fique atento para evitar acidentes com crianças e pessoas idosas. Use sempre os equipamentos de segurança, como coleiras e focinheiras, para algumas raças\locais;

– Mantenha a vacinação em dia e recolha as fezes do animal – SEMPRE!;

– Para garantir o bem-estar do seu melhor amigo, é importante fazer com que ele beba água em pequenas quantidades e urine antes de começar a caminhada;

-Fique atento com a forma de conduzi-lo, segure a guia de maneira firme, do lado esquerdo e mantenha uma postura ereta porém calmo. As guias com extensores devem ser utilizadas somente quando o cão estiver acostumado à prática de caminhada;

– Recompense o cão após a caminhada com um carinho\petisco canino para condicionar o bom comportamento;

– Ao caminhar, deixe as preocupações de lado. A pessoa preocupada, sem perceber, tem a tendência de deixar o corpo tenso. E, tensionar o corpo durante o exercício, pode ocasionar alguma lesão;

– A cabeça deve estar centrada nos ombros; o olhar focaliza o horizonte, em linha reta; o queixo e a cabeça acompanham o olhar;

– Os ombros devem estar relaxados. Evite incliná-los para frente ou para os lados;

– O tórax deve ficar em posição normal, sem desvios para frente ou para trás;

– Os braços devem estar para baixo, levemente dobrados. O balanço dos braços durante a caminhada deve ser natural e suave;

– Nas mãos, o ideal é agir como se tivesse segurando uma borboleta. A ideia é não apertá-las, para não esmagar a borboleta, nem abri-las demais para não deixar a borboleta fugir;

– Mova o quadril de forma natural, acompanhando o movimento das pernas para frente e para trás. Nunca movimente os quadris para os lados;

– Atenção com os pés! O calcanhar deve tocar o chão primeiro. É importante rolar a pisada no sentido calcanhar, arco e dedos, complementando sempre essa sequencia antes de mudar para o próximo passo;

– A respiração é muito importante! A dica é concentrar-se em manter a respiração suave, profunda e regular. Ao ficar relaxado, o coração do praticante da caminhada vai bater ritimadamente.

Dr. Eduardo Fava Schmidt – médico veterinário e sócio-gerente do Hospital Veterinário Rebouças;

Dr. Fabio Ravaglia – médico ortopedista e presidente do Instituto Ortopedia & Saúde.

Fonte: Revista Papo de Pet – ed06

Sobre o autor do blog:

🐾 Atendimento sempre que precisar ausentar-se por horas, dias, férias, viagens ou compromissos.

Agende sua #Visita #hoje mesmo pro #cãoforto da sua matilha!
#Wpp 📲 11 9 9277-8700, Seg. à Sexta, ⌚ 8h às 20h.
📧 dogwalkercastro@gmail.com
🐾 Brincar é arte, passear faz parte! 🐾

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s